PRÍNCIPE CHARLES -- 16/05/2006 -

 

Várias pessoas de projeção mundial já foram apontadas como a besta do apocalipse ou anticristo. Uma das últimas é o Príncipe Charles, conforme um texto que encontrei na internet. E, provavelmente, quando o referido príncipe não estiver mais entre os vivos, surgirão outros candidatos a besta.

Eis a interpretação:

"A Bíblia nos dá 42 sinais do Anticristo. Esse homem em particular, que será mencionado em um momento, apresenta 27 deles. A maioria dos outros sinais ainda estão no futuro.

A Bíblia nos diz "Calcule o número da Besta, pois é o número de um homem, e o número dele é 666".

Se você não sabe como o sistema de gematria hebreu de matemática funciona, aqui está um esboço: os valores de 1 a 9 são atribuídos às primeiras 9 letras do alfabeto, e de 10 a 90 para as próximas 9, e de 100 a 400 para as últimas quatro letras, (eles só têm 22 caracteres no alfabeto.) Usando este sistema de matemática e aplicando isso aos primeiros 22 caracteres do alfabeto inglês, (as últimas 4 letras equivalem a zero), nós podemos calcular nomes em inglês da mesma forma que em hebreu.

Há um homem no cenário mundial cujo nome e título representa 666 em ambas as línguas (hebreu e inglês). Ele não se encaixa na imagem de um forte líder carismático, e a maioria de nós pensa nele como "fraco". Ele é… o Príncipe Charles de Gales.

Ele nasceu em 1948, o ano em que Israel se tornou uma nação. (De forma interessante, o Profeta Daniel se refere ao Anticristo, em Dan. 9:26, como o Príncipe do povo que destruiu o Templo. Ele é um Príncipe, através da linhagem do seu pai, das mesmas pessoas que destruíram o Templo em 70 DC - Os romanos. Ele tem um gráfico de linhagem pelo lado da sua mãe que o mostra ser o "Filho de David" - e ele não é um judeu. Houve um documentário na televisão israelense sobre o Príncipe Charles que apresentou o gráfico de linhagem dele ao povo judeu. Agora tudo que ele precisa fazer é ajudar os judeus a ter acesso ao Monte do Templo, e ele terá passado no teste do verdadeiro Messias, como ensinado pelos Rabinos.)

A Bíblia se refere ao Anticristo como uma "pessoa desprezível" que ainda não recebeu um trono. O Príncipe Charles não é bem respeitado pelo seu próprio povo (ainda mais depois do "acidente" de carro da Princesa Diana). Ele tem se envolvido em muitos escândalos públicos sujos, e houve rumores de homossexualidade, adultério (provado), práticas ocultas e adoração espiritual - e ele ainda não recebeu o seu trono!

Quando o Livro da Revelação nos disse: "Calcule o número da Besta, pois é o número de um homem e o número dele é 666", nos deu literalmente o nome dele. Onomástica é o estudo de nomes. Qualquer livro de onomástica mostrará que Charles quer dizer "o homem" ou "varonil". As palavras "Charles" e "homem" podem ser usadas na frase sem afetar em nada o significado. O verso fica assim, "...pois é o número de um Charles..."

O Enigma dos Sete Reis, (o 3º enigma): o Livro da Revelação, Capítulo 17, Versos 10 a 11, diz que: "há sete reis. Cinco eram, um é e um esta para ser. A Besta é o oitavo e vem dos sete". Houveram sete imperadores do Sagrado Império Romano de nome Charles, (confira o World Book Encyclopaedia). A árvore genealógica do Príncipe Charles mostra que ele descende, através do seu pai, do quinto imperador do Sagrado Império Romano de nome Charles, da Casa de Hapsburg. O Príncipe Charles é o oitavo e, (pela linhagem dele), ele também vem do sétimo.

A crista e o brasão do Príncipe Charles foram projetados para ele pela Faculdade Heráldica britânica, usando um sistema de diretrizes de 500 anos de idade. O brasão Contém todos os símbolos Bíblicos do Anticristo. Ele tem um cachorro apoiado por um leão rugindo e um unicórnio, (chamado de besta selvagem com um chifre erguido, ou um boi selvagem). Salmos 22:19-21 descreve estes animais, com uma oração para libertação. A descrição da besta da Revelação 13:2, com a cabeça de um leão, corpo de um leopardo e pés de um urso é simbólico para outras pessoas - mas não para o Príncipe Charles. Está no brasão dele, e representa os imperadores do Sagrado Império Romano. O Leopardo simboliza a França; o Urso a Alemanha; e o Leão a Inglaterra. Estas nações representaram o braço ocidental do Sagrado Império Romano.

O verso também diz, "E o dragão deu-lhe o seu poder e o seu trono e grande autoridade". O dragão é "simbólico" para outros, mas não para o Príncipe Charles. Ele tem um dragão vermelho no seu brasão. O dragão vem da bandeira de Gales, e está no título dele, Príncipe de Gales, e Charles é o herdeiro aparente ao trono da Grã-Bretanha.

Na sua coroação, ele se sentou em uma cadeira com um grande dragão vermelho esculpido nela. Durante a cerimônia, sua mãe disse: "Este dragão lhe dá o seu poder, seu trono e sua autoridade". A resposta dele para ela foi: "Eu sou agora seu Leige-homem, e merecedor de sua adoração terrena". Leige é uma antiga palavra inglesa que significa "Deus". "Eu sou agora seu Deus-homem, e merecedor de sua adoração terrena".

A propósito, o brasão do Príncipe Charles tem outro símbolo - A Ordem da Liga. A Ordem da Liga é a organização pai sobre a maçonaria ao redor do mundo. Quando um homem se torna um maçom de 33º Grau, ele jura submissão a essa organização e, assim, ao Príncipe Charles.

O Príncipe Charles pode parecer indeciso, fraco e sem carisma. Porém, ele é bastante atlético, um excelente cavaleiro, um qualificado piloto de jatos de combate na Força Aérea Real, um qualificado piloto de helicóptero na Marinha Real, e um oficial militar sênior em todas as três forças militares.

Também, a MONDEX International, o primeiro sistema de cartões inteligentes, está preparado para uma rápida implementação global. Fundado em 1993 pelo NATWEST (o banco pessoal da família real) e com 51% das suas ações possuídas pela MASTERCARD é agora o decidido vencedor dos sistemas de dinheiro vivo eletrônico. Os primeiros países a empregar o MONDEX em âmbito nacional em 1998 foram o Reino Unido, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, Israel, Hong Kong, China, Indonésia, Macau, Malásia, Filipinas, Cingapura, Tailândia, Índia, Taiwan e Sri Lanka. Espere nas próximas semanas por anúncios nos EUA e na União Européia. "Esta é a fase final da transformação desse sistema em uma realidade global", disse Robin O"Kelly da Mondex International. "Com o apoio da MasterCard, não há nada que possa impedir a Mondex de se tornar o padrão global." Nota: MON-DEX é uma combinação de duas palavras, monetário e dexter. Webster (um lexicógrafo americano) as define como {monetário - referente a dinheiro} {dexter - pertencendo a ou na mão certa}.

Também parece que o diabo ou personagens sombrios como o Drácula freqüentemente aparecem ou são simbolizados em livros e filmes como uma pessoa aristocrática.

Eu também me lembro de um artigo de jornal alguns anos atrás quando um jovem tentou "assassinar" o Príncipe Charles. Ele tinha uma arma falsa e correu para a plataforma onde o Príncipe Charles estava falando e apontou a arma para ele - Charles apenas permaneceu lá na frente dele e não demonstrou medo.

Charles foi entrevistado depois do incidente e perguntaram como ele conseguiu ficar de pé lá e porque não se moveu ou tentou se proteger… Ele disse "Foi por causa de anos de procriação".  Eu nunca entendi completamente o que ele quis dizer... Até agora.
por Dani Cheung"
(http://www.umanovaera.com/reptilianos/calcule_o_numero_da_besta.htm)

Muitas pessoas, como Napoleão, Hitler, Saddan Hussein, Boris Yelsin, João Paulo II, Bento XVI, Bil Gattes, já foram apontadas como besta do apocalipse, em todos sendo encontrados algumas coincidências com características da besta. Assim também está sendo com o Príncipe Charles.

O autor do Apocalipse via como a primeira besta o Império Romano, sendo a segundo um outro império que deveria surgir depois daquele, vindo então o fim dos domínios terrenos e o estabelecimento do reino divino.

Como o Império Romano deu lugar ao domínio papal, depois veio o Império Britânico, posteriormente o mundo ficou dividido entre EUA e URSS, estando agora os EUA a ditar as ordem ao mundo, coisa que não estava nos planos das visões apocalípticas, pessoas vivem apontando datas para o fim do mundo e pessoas ou países como besta do apocalipse, mas tudo não passa de fantasias de gente que acredita em previsão do futuro.

Eu, porém, acredito que, como os outros anteriores, morrerá Bento XVI, Bill Gattes, Príncipe Charles, e virão outros que passarão por bestas do apocalipse ou anticristos nas cabeças do visionários, até que um dia o mundo entenda que tudo isso não passou de perpetuação de antigas alucinações de religiosos.

 

Ver mais sobre O ANTICRSTO